Imperial

PT se reúne, avalia aliança com Lígia e discute chapa

A reunião ocorre um dia após o governador Ricardo Coutinho sinalizar um possível apoio à candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República.

O Partido dos Trabalhadores se reuniu na manhã desta quarta-feira (04) com os pré-candidatos a deputado estadual e federal e filiados titulares de mandatos. No encontro, foram discutidas as possibilidades de alianças proporcionais para eleger o maior número candidatos possíveis para Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

A reunião ocorre um dia após o governador Ricardo Coutinho sinalizar um possível apoio à candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República.

Ao Portal MaisPB, o presidente da executiva estadual, Jackson Macêdo, informou que na reunião, foram analisadas as chances de coligação com o PSB, que tem como pré-candidato ao governo do Estado o ex-secretário João Azevêdo, e também com outras siglas.

Caso a aliança com o Azevêdo se confirme, o PT deve fechar coligação com PPS, PCdoB e Rede Sustentabilidade. Mas, se o PSB local fechar questão com Ciro Gomes, presidenciável pelo PDT, os petistas podem sacramentar união com a vice-governadora Lígia Feliciano, que inclusive dá mais vagas para o partido na majoritária, já que apenas ela figura como pré-candidata.

O rumo do PT para as eleições será fechado no dia 28 de julho, quando acontece uma reunião com a executiva estadual. A convenção está pré-agendada para ocorrer em 05 de agosto.

Wallison Bezerra – MaisPB