Imperial

Cássio lembra os sete anos da morte de Ronaldo Cunha Lima

O ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) prestou uma homenagem neste domingo (7), ao seu pai em suas redes sociais para lembrar os sete anos de morte do poeta e ex-governador Ronaldo Cunha Lima. Na postagem, Cássio destaca que o legado deixado por Ronaldo é lembrado em muitos testemunhos e que até hoje escuta relatos de pessoas que conviveram com seu pai.

Ainda na publicação, o político agradece a Deus por ser filho de Ronaldo e finaliza afirmando: “Ele vive no coração de muitos, muitos mesmo, não tenho dúvidas disso”.

Confira a postagem na íntegra:

View this post on Instagram

Sete anos da morte do meu, o nosso Poeta. Incrível como ele se faz presente em tantos instantes. De forma constante, é impressionante isso, recebo depoimentos relatam experiências ao lado dele. Seja através dos “causos” que ele protagonizou ou de sonetos e poemas que ele eternizou, ele vive. Trago no coração e guardo na minha mais sagrada memória afetiva, a história que tive o privilégio de viver ao lado dele. Testemunhos de amor constante, ensinamentos permanentes, exemplos para o resto da vida. Foi dignificante. Como foi bom, como é bom. Louvo a Deus por ter um pai maravilhoso como o @poeta_ronaldocunhalima. Ele vive no coração de muitos, muitos mesmo, não tenho dúvidas disso.

A post shared by Cássio Cunha Lima (@cassiocl_) on

Ronaldo teve uma carreira longa na política e liderou por décadas as disputas eleitorais no estado. Foi vereador, deputado, senador e governador, morreu aos 76 anos na casa da família, em João Pessoa, no dia 07 de julho de 2012 pela manhã. Ele lutava contra um câncer no pulmão desde 2011. Um dos médicos que acompanhavam Ronaldo confirmou que ele sofreu uma insuficiência respiratória.

ClickPB